quarta-feira, 28 de maio de 2008

a canção que não foi escrita

Alguém sorriu como Nossa Senhora à alma triste do Poeta.
Ele voltou para casa
E quis louvar o bem que lhe fizeram.

Adormeceu...

E toda a noite brilhou no sono de uma pobre
estrelinha perdida,
Trêmula
Como uma luz contra o vento...



[Mario Quintana; Canções, 1946]




___________

eterno espanto atualizado e programado pra postar automaticamente todos os dias, um post por dia, até julho! :)

assine o feed
http://quintanares.blogspot.com

Nenhum comentário: