domingo, 4 de abril de 2010

é que eu penso mais ou menos assim: não importa se um escritor tem a letra bonita, ninguém vai publicar o manuscrito do cara. o que vale são as idéias dele. desenhar arquitetura na mão é ineficiente: vc se mata pra deixar o desenho perfeito e o resultado final fica muito lindo, mas na primeira alteração que o cliente pede, vc tem de redesenhar TUDO. não dá pra editar nanquim.

ando tendo problemas com meus calegas de faculdade por causa desse meu conceito de eficiência. faço em 2 minutos coisas que estavam programadas para serem feitas em horas (não pq eu seja mais inteligente que todo mundo - óbvio que eu sou, e mais bonita também, pergunta pra minha mãe, haha - mas pq eu sempre procuro a maneira menos trabalhosa de resolver um assunto) e as pessoas se ofendem.

claro que se eu usasse um pouco de diplomacia e deixasse os camaradas pensarem que a idéia foi deles também, isso não teria acontecido. funciona no meu trabalho que é uma beleza: vc divide os méritos, demora 2 vezes mais pra fazer qualquer coisa mas ninguém fica com o ego machucado e a harmonia universal é preservada.

mas olha, eu desisto de ser low profile (e diplomática) quando isso representa largar meu namorado num SÁBADO A NOITE e ficar estudando com um bando de... pessoas que eu acabei de conhecer e de quem nem sei se gosto ainda. modosque fui meio que boicotada esse final de semana, hahaha. é uma situação inédita, eu sou sempre adulada por todo mundo. mas acho que é o lance das prioridades: não tô a fim de ficar virando noites, me esmerando pra fazer um bagulho que dá pra resolver em 40 minutos de pesquisa na internet. aí o povo acha que é pouco caso. tentei explicar, viu. se não entendeu, foda-se. nova filosofia de vida.

7 comentários:

tai disse...

aah to fazendo na usp. mas acabei de começar, tô meio perdida ainda, hahaha. tô em são carlos, mas sou do abc também :] são bernardo, hahaha.

Nei kS disse...

Issoai.
Arquitetura em bando eh multirao.

Arquitetura eh solidao, srs engenheiros.

Besos!

Adrina disse...

Eu sempre fiz meu trabalhos de faculdade sozinha, menos quando o prof. ameaça não receber individual. Morro de preguiça de trabalho em grupo. Não não nasci pra democracia.

Lamps disse...

Percebo que as pessoas se ofendem com mais rapidez a cada dia. A coisa tá progredindo numa relação direta de pessoas e minutos. Assustador se vc dedicar uma atençãoznha a isso. Então, dou de ombros e sigo a minha vida. Meu forte nunca foi agradar a todos mesmo. E essa coisa de fazer diplomacia tbm não tá com nada... O que domina é a grana e o poder! Se diplomacia desse jeito, não haveriam tantas guerras. Deixa o povo pensar o que quiser de vc, no mercado de trabalho vcs voltam a conversar, ou competir!
Beijos

cks disse...

ah, manda todo mundo cagar.
eu não tenho paciência com gente lerda. e perder o sábado à noite fazendo um trabalho que se pode fazer de dia, é jogo duro.

Raphael disse...

Muito bom entrar aqui e ver novos textos para ler, enquanto besunto meu anão predileto com Nutella.
Faculdade enfrento quase o mesmo problema que você. Sou um prático, e estou fazendo uma faculdade de TENCOLOGIA. Por que PORRAS trocem o nariz quando eu abro a LINDEZA do meu notebook, CANGAIOS?
Intrigas na sala? Bem-vinda ao meu clube!

Raphael disse...

Em tempos:
A porcentagem de repasse para os municípios do interior paulista pela União mudou, e com ela o blog da família argelina erradicada em território hostil também!
www.meuladoelza.blogspot.com

A primeira casa de swing brasileira a investir pesado em um touro mecânico com feições do Antonio Bandeiras.
Obrigado.