domingo, 2 de janeiro de 2011

adeus ano velho

No começo de 2010 eu comprei um carro e aprendi a dirigir. Ou melhor, perdi o pânico de dirigir. E ao mesmo tempo em que decidi começar a andar de carro por aí, decidi voltar a estudar.

E 2010 ficou marcado como o ano em que, pra surpresa de muitos e exclamações de “Finalmente! Agora sim!” de outros, voltei a estudar - mas desta vez em um curso que eu realmente gosto, do qual havia desistido após algumas frustrações. E assim passei um ano atarantada com trabalhos, professores malucos e prazos de entrega absurdos.


Em 2010 eu fui operada de surpresa, pra retirada da minha célebre vesícula. Vendo em retrospectiva, o tanto que eu fui paparicada e o tamanho da preocupação de todo mundo com o que aconteceu foi bem desproporcional ao tamanico da cirurgia a que fui submetida. Mas é preciso entender que foi uma surpresa , eu nunca tinha sido internada, nunca tinha tirado nada, não costumo ficar doente, enfim, a gente não espera que um dia, do nada, os médicos prendam a pessoa no hospital e arranquem uma parte do corpo dizendo que já não presta mais. Mamilis, Luz e namoradón, tadinhos, ficaram quase doidos. Hoje eu entendo. Se fosse com eles, eu também ficaria.


Neste ano troquei de empregador (mas não de emprego): ainda assim tive de reaprender TODO o meu serviço. Ah, as alegrias das incorporações. Também mudei o local de trabalho em 2010 (mas ainda não, não o emprego). Em função disso, também mudei de chefe, de colegas e acabei tendo que passar por uma readaptação bem grande. Foi um porre, não vou mentir. Troquei de função várias vezes, revezando em quase todos os setores, aprendendo um pouco de tudo, e só consegui um pouco de sossego no final deste ano. E tudo isso por que pedi transferência e (finalmente) consegui ser transferida pra um lugar melhor e bem perto da minha casa.


Daí mudei de casa também.


Apesar da correria toda, em 2010 eu ainda consegui viajar com a minha melhor amiga e me divertir (meu Deus, como eu me diverti nessa viagem!). E assim, graças à pessoa maluca que me acompanhava, 2010 vai ser o ano em que vou sempre me lembrar de – mesmo sem saber nadar – pulei de uma escuna num mar paradisíaco usando snorkel e pé de pato... e não me afoguei!


2010 foi um ano de decepções, de rompimentos e de perdão. E, como acontece nos momentos difíceis da minha vida, foi um ano em que pude agradecer a sorte de ter por perto as pessoas que amo, os amigos que tenho. A despeito de todas as dificuldades, este foi um ano em que me senti especialmente cuidada e amada.

2010 foi¹ um bom ano. Foi um ano muito agitado, de muitas conquistas, em que me permiti amadurecer, crescer, errar, amar e me divertir. Enfim, em 2010 eu fui feliz. E vc?






__________
¹E bem, o primeiro dia de 2011 foi lindo, foi perfeito, foi o dia em que namoradón virou noivoradón. Mas este é assunto pra muitos outros posts. E viva 2011!

2 comentários:

Anônimo disse...

YEAH 2011!

Nei

cks disse...

é... comparado com 2009, meu 2010 foi bom.

mas, 2011 será melhor. :o)